Ser contra ou a favor do relacionamento extraconjugal?

Entender e aceitar uma infidelidade é muito díficil. Para isso é preciso entender as razões ocultas pelas quais as pessoas buscam outros parceiros e aceitar que descobrir um caso extraconjugal pode ter um lado bom.

lado postivo relações extraconjugais
Apesar de ser algo negativo alguns casais conseguem aproveitar o lado bom de descobrir uma relação extraconjugal

Para muitos o extraconjugal é a linha vermelha que não deve ser ultrapassada. A sociedade continua vendo a traição como algo negativo e isso provavelmente não mudará tão fácil. Porém, algumas pessoas entendem um pouco mais as razões que levam homens e mulheres a trair seus parceiros.

É comum entender a infidelidade como uma ação egoísta, resultado de um impulso sexual descontrolado, vingança ou até mesmo uma forma de maldade e falta de caráter. Mas apesar dessa crença generalizada esses motivos são a exceção. Já que a infidelidade tem faces muito mais profundas.

 

No entanto, essas explicações oferecem um certo consolo para as pessoas que sofreram uma traição e uma forma de entender os fatos de uma forma lógica e motivada. Mas o problema é que esses paradigmas na maioria das vezes impedem que os verdadeiros motivos sejam encarados e solucionados.

Um relacionamento extraconjugal pode esconder características psicológicas muito complexas. É por essa razão que as pessoas não estão interessadas em aprofundar nos reais motivos e a solução mais rápida – e dolorosa – é pedir o divórcio.

Porém, essa pode ser uma nova oportunidade de seguir adiante e construir um novo relacionamento. O desafio é reinventar a relação fortalecendo justamente os pontos fracos que levaram a um dos parceiros a buscar uma segunda pessoa.

site de encontros para conquistar mulheres casadas

 

• LEIA TAMBÉM: Victoria Milan é um site de encontros que faz sucesso entre infieis

Aceitar um caso extraconjugal pode salvar o casamento

Enfrentar uma infidelidade não é fácil. O processo é doloroso e complicado, mas nem sempre para por aí. Vários psicólogos afirmam que o adultério pode melhorar o relacionamento do casal em vários aspectos. Porém, a maior dificuldade dos traídos é vencer o orgulho e tentar compreender os motivos que levaram o outro a tal ação.

O adultério abre uma brecha para que os problemas sejam discutidos abertamente. Uma conversa franca pode expor problemas que antes nunca eram discutidos. Um exemplo real aconteceu com os famosos Scheila Carvalho e Tony Salles que enfrentaram uma crise no casamento depois que caso extraconjugal dele com a empresária Kamyla Simioni veio á tona.

Segundo a dançarina a fé em Deus e a leitura do livro Casamento Blindado lhe ajudaram a superar esse momento de crise, perdoar a traição e reconstruir o seu casamento que hoje é mais forte do que nunca. Segundo ela:

“O que vivemos serviu para unir muito mais a gente e para ele crescer. Serviu para o Tony entender o que é uma relação, um amor de verdade. Deus me colocou uma prova pela qual todo mundo passa”

A descoberta de uma traição pode fazer com que o casal descubra juntos pontos que devem ser mudados. As insatisfações e frustrações que antes não eram enfrentadas podem ser abordadas de forma sincera.

Por isso, quando o casal consegue superar o momento de crise e decidem continuar no relacionamento, na maioria das vezes existe um amadurecimento e evolução da relação. Sem falar na aprendizagem pessoal de cada um ao se deparar com uma situação tão delicada.

como conquistar mulheres casadas sites

Reconstruir uma relação tradicional ou liberal

Existem basicamente duas formas de seguir adiante. Independente da escolha esse processo é lento e extremamente delicado. Já que a pessoa traída vive uma fase de sentir-se inferior e tentar entender a todo custo o motivo do parceiro buscar um caso extraconjugal.

Depois, vem a obsessão em descobrir quem é o amante e o que ele(a) tem que você não tem, porque ele(a) é melhor do que você?

Os sentimentos oscilam entre tristeza, impotência, ira e sede de vingança a qualquer custo. Isso é totalmente normal já que essas são reações de alguém que teve o ego ferido e se sente menosprezado. Porém depois dessa fase e de várias conversas sobre o relacionamento, se ainda existe amor entre os dois é possível recomeçar.

É preciso entender os motivos que levaram ao relacionamento extraconjugal e analisar o que pode ser feito para que isso nao volte a se repetir. Por incrível que pareça a maioria das pessoas perdoariam uma traição. A relação pode ser reconstruída sobre um novo pacto de amor, fidelidade e respeito.

Outra opção, menos aceita pela sociedade, mas que vem ganhando força é o acordo mútuo para um relacionamento liberal. Sabemos que o amor vai muito além do sexo. Segundo a ciência o ser humano não é um animal monogâmico, então porque ser obrigado a passar o resto da vida transando com a mesma pessoa? Os casais liberais são felizes e alcançaram um alto nível de maturidade ao saber separar os desejos sexuais do amor.

Muitos casais depois de viverem a experiência de ter ou descobrir um relacionamento extraconjugal optam por mudar completamente a forma, princípios e reagras do relacionamento. Talvez seja o momento de quebrar tabus e optar pelo tipo de relação que vai fazer bem ao casal e permitirá que seja algo duradouro e sem mentiras.

Casos extraconjugais também existem nos casamentos felizes

A traição sempre foi considerada algo dos casamentos arruinados e infelizes. Muitas vezes é visto como o desejo de buscar algo que você não tem em casa. Porém segundo alguns expertos, existem outras razões – menos conhecidas e aceitas – para que esses infieis busquem relacionamentos extraconjugais, e isso não tem nada a ver com maldade ou falta de caráter.

casos para querer um relacionamento extraconjugal
Apesar da dificuldade, e de um processo extremamente lento e difícil 50% dos casais conseguem superar a descoberta de um caso extraconjugal.

Buscando uma identidade perdida

Quando a relação se torna excessivamente próxima e não existem espaço para o desenvolvimento pessoal, as pessoas costumam buscar uma forma de provar para si mesmas que são independentes e autos-suficientes.

 

Em um relacionamento muito próximo podemos chegar a sentir necessidade de demonstrar a nós mesmos que nem tudo o que fazemos, nem nossa existência é propriedade exclusiva do parceiro.

Existe o desejo de mostrar que ainda somos desejáveis para o mundo exterior e independentes. Esse pensamento leva homens e mulheres a terem casos extraconjugais e descobrirem coisas sobre si mesmo que pensavam que não existiam mais.

Reconectar-se consigo mesmo

Muitas vezes os infieis estão em busca de reconectar-se com partes perdidas de si mesmo. Talvez experiências não vividas anteriormente, ou a sensação de que a vida é curta e o desejo de desfrutar ao máximo o presente. Estão buscando não apenas outra pessoa, mas sim um reencontro consigo mesmo.

Muitos pessoas mudam completamente depois do matrimônio. A rotina, os hábitos, as responsabilidades e até mesmo os objetivos e sonhos pessoais são afetados pela vida em família.

Descontentamento próprio

Muitas vezes as pessoas pensam que homens e mulheres traem porque não estão contentes com o seu parceiro(a) porém, às vezes pode existir uma insatisfação própria. Muitos se sentem incompletos, inquietos e nunca estão satisfeitos com o que tem.

Buscar um amante pode ser uma alternativa para sentir-se vivoe dono de sua própria vida. Para essas pessoas um amante é uma forma de preencher o que falta e de sentir-se mais completos e queridos.

Baixa autoestima e sensação de rejeição

Já falamos que uma relação muito próxima pode instigar o desejo por uma experiência extraconjugal. Porém, o excesso de distância também. Muitos casais se distanciam por diversas razões: rotina, filhos, problemas economicos, etc.

Essa distância pode ser humilhante e inaceitável para alguns. Dessa forma existe uma constante sensação de vazio e de já não ser amado como antes. É aí que homens e mulheres buscam outras pessoas que possam preencher um pouco do seu ego e oferecer algo mais íntimo e próximo, mesmo que muitas vezes seja apenas sexo.

Insegurança e medo de perder

Muitas vezes a traição está mais relacionada com o traidor do que com quem é traido. A maioria delas se sentem inseguras e com a sensação de que estão perdendo algo em suas vidas.

 

Os infieis inseguros buscam por algo que não puderam fazer durante suas relações anteriores. A incerteza sobre suas escolhas e sobre si mesmo contribuem para que eles busquem uma falsa segurança em outro alguém.

Pesquisa afirma que caso extraconjugal pode ser o segredo de casamentos bem sucedidos

infieis com relação extraconjugal sao mais felizes
Ashley Madison, famoso site de infidelidade, conclui após uma pesquisa que a traição pode salvar casamentos. Segundo várias pesquisas 63% dos homens e 44% das mulheres afirmam ter buscado relações extraconjugais durante a vida. Esse é o segundo problema mais comum entre casais, perdendo apenas para agressões.

Recentemente o portal de relacionamentos para infiéis Ashley Madison realizou uma pesquisa com resultados surpreendentes sobre relacionado com a traição e a durabilidade do matrimonio. Foram entrevistados para o levantamento 11.632 usuários dos 46 países em que o Ashley Madison atua.

Segundo o portal várias pessoas buscaram um caso extraconjugal como solução para manter o casamento. De acordo com a mesma pesquisa homens e mulheres afirmam que a causa do fracasso na primeira relação foi o fato de serem fieis e não trair seus parceiros.

Surpreendetemente 76% dos homens e 84% das mulheres afirmam ter sido fieis no primeiro casamento e que essa foi a razão de não ter dado certo. Os membros do site são equilibrados e formados de 54% de homens e 48% de mulheres que afirmam que ter casos extraconjugais podem trazer muitas vantagens para o casamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui